• Danton Corrêa • Cirurgia Oncológica • Tipos de Câncer •
Alguns Tipos de Câncer:

 Câncer de Esôfago

 Câncer de Estômago

 Câncer do Intestino Delgado

 Câncer do Cólon e Reto

 Câncer de Fígado

 Tumores Benignos do Fígado

 Câncer do Pâncreas

 Melanoma

 Sarcoma



Tipos de Câncer

O texto a seguir tem por objetivo dar uma visão geral sobre os tipos de tumores sólidos existentes, para que o paciente e seus familiares tenham uma melhor compreensão sobre sua doença. Não faremos comentários sobre os tumores hematológicos (leucemias e linfomas).

É importante ressaltar que estas informações foram simplificadas para um melhor entendimento e não tem intenção de substituir uma consulta médica. Os tumores que originam-se no corpo humano são divididos em benignos e malignos. Os tumores malignos também são chamados de câncer. Isso quer dizer que não existe câncer “benigno”.

Quando se fala na palavra câncer, isso implica que o tumor é maligno. A diferença entre os dois é que o crescimento de tumores benignos é mais lento, tende a estacionar, não infiltra tecidos vizinhos (apenas empurra) e não tem capacidade de disseminação para outros órgãos. Já o tumor maligno ou câncer é o oposto. Cresce rápida e progressivamente,invade e destrói tecidos vizinhos, e pode disseminar-se para outros órgãos diretamente ou através da corrente sangüínea e linfática. Quando células do tumor inicial (chamado tumor primário) desprendem-se, viajam pela corrente sangüínea ou linfática e se instalam em outro órgão, isso é chamado de “metástase”.

Quando fala-se na palavra “carcinoma”, isso significa que trata-se de um tumor maligno (câncer) que tem origem em um tecido de revestimento. Podem ser de 2 tipos, carcinoma epidermóide (parecido com um tecido de revestimento chamado epiderme) ou adenocarcinoma (parecido com um tecido de revestimento que possui glândulas). Tanto tecidos de revestimento externos (a pele, por exemplo) como internos (o revestimento interno do estômago, por exemplo) podem dar origem a estes tumores. Os termos “bem diferenciado”, “moderadamente diferenciado” e “pouco diferenciado” referem-se ao quão bem estes tecidos imitam um tecido normal.

Quanto mais parecido com um tecido normal, mais diferenciado o tumor é.   Tecidos localizados abaixo dos tecidos de revestimento são chamados de “partes moles”. Tumores malignos originários de partes moles são chamados “sarcomas”. Existem mais de 50 subtipos de sarcomas, e estes tem seu nome derivado do tecido ao qual se assemelham (por exemplo: sarcoma semelhante a tecido gorduroso, lipossarcoma). Os carcinomas disseminam-se à distância (para outros órgãos) tanto pela corrente linfática quanto sangüínea. Já os sarcomas tendem a disseminar-se principalmente pela corrente sangüínea.

Enquanto carcinomas apresentam metástases principalmente para linfonodos, fígado, pulmões, cérebro e ossos, os sarcomas metastatizam principalmente para pulmões. Um terceiro tipo de tumor maligno é o melanoma. Ele é um tumor de pele, mas não se origina do tecido de revestimento externo (epiderme) e sim de uma célula chamada “melanócito”,  que produz o pigmento que dá cor à pele (melanina).

Assim como os carcinomas, ele pode disseminar-se via corrente linfática e sangüínea, de acordo com a profundidade que atingiu na pele. Os lugares mais freqüentes de metástase são os linfonodos, fígado, pulmões, ossos e cérebro.

voltar